Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 1 de agosto de 2010

BRODY DALLE



Conhecida por sua voz grave e rouca e suas letras tenebrosas, Brody passou por diversas atribulações nos primórdios de sua vida. Vinda de uma família de classe média, cresceu no mesmo subúrbio onde nasceu e, ainda na infância, viu o pai ser expulso de casa por sua mãe, que logo casou-se novamente e teve uma segunda criança. Brody passou a sentir-se deprimida e desajustada, e elegeu a rua como seu verdadeiro lar.

Seu mau relacionamento com mãe levou-a a brigas homéricas no lar, incluindo agressões extremas como estrangulamento. Por volta dos treze anos, começou a usar drogas (chegou a experimentar heroína), e ser desaprovada na escola, culminando em sua expulsão de um colégio feminino católico dois anos depois. Nessa época, Brody foi apresentada ao punk rock através da banda Discharge, e ficou impressionada com o som e as letras raivosas do grupo a ponto de montar sua primeira banda logo depois, em que era baterista. O nome era Sourpuss.


Numa apresentação de seu grupo no festival australiano Somersault, ao lado de bandas como Sonic Youth e Beastie Boys, conheceu Tim Armstrong, líder da banda punk americana Rancid, e logo iniciaram um relacionamento à distância. Quando completou dezoito anos, Brody mudou-se para a casa de Armstrong em Los Angeles e o casal oficializou seu matrimônio pouco depois. Uma vez na Califórnia, Brody adotou o sobrenome do marido no seu nome artístico e fundou a banda punk The Distillers como vocalista e guitarrista, ao lado dos músicos Kim Fuelleman, Matt Young e Rose Casper. Essa foi a formação que gravou o disco de estréia da banda, The Distillers, lançado em 2000, mas houve diversas trocas de músicos durante sua carreira.

No segundo disco, Sing Sing Death House, de 2002, a banda era composta por Brody Armstrong, Ryan Sinn, Rose Casper e Andy Outbreak; contudo, Rose deixou o grupo antes do lançamento do álbum, que já começava a apresentar ganchos pop e melodias assobiáveis em detrimento do hardcore ortodoxo do primeiro disco.

Em 2003, lançou o comercialmente bem-sucedido terceiro disco da banda, Coral Fang, que foi lançado por uma grande gravadora e possuía caráter pop considerável. A chegada do disco às lojas foi seguida por uma notória participação da banda no festival americano Lollapalooza. No mesmo ano, ocorre a separação do casal Brody-Tim, e ela acaba trocando o sobrenome Armstrong pelo artístico Dalle, em homenagem à atriz Béatrice Dalle, estrela do filme Betty Blue. Pouco depois, iniciou um relacionamento com Josh Homme (Queens of The Stone Age), com quem teve uma filha, Camille Homme, nascida em 17 de janeiro de 2006. O fim da banda foi anunciado no fim de 2005, durante a gravidez de Brody.

Está atualmente com uma nova banda em estúdio, o Spinnerette com, além de Brody, apenas três membros confirmados, sendo eles, Tony Bevilacqua, Alain Johannes e Jack Irons, suas principais influências são: Pailhead Gunclub, Roky Erickson, My Bloody Valentine e Black Flag.
Fonte: Wikipédia

Um comentário:

Tio do Rock disse...

brody dalle é foda
the distillers!!!!!!!!!!!!!! \,,/]



by "Tio do Rock"