Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

David Gilmour leva a galera a loucura em São Paulo

Espetacular Show em São Paulo 12/12/2015


O Show foi marcado pelas músicas dos últimos discos de Gilmour, On an Island de 2006 e o mais recente “Rattle that lock”. Mas bastou tocar Wish you were here, para o público ir ao delírio e formar um coro de mais de 40 mil vozes para acompanhar os violões de David Gilmour e do extraordinario Phil Manzanera que além de musico é produtor atual da banda.

Do disco On an Island a música The blue deixou o público extasiado com a qualidade do som e a harmonia vocal, além do grande solo que se estende pela música.

Foto:Mrossi/Camila Cara/Mercury Concerts
Nas músicas Us and them, Money vi várias mulheres em pleno êxtase subindo nas grades que dividiam a arquibancada com a pista, e cantando com todas forçar de seus pulmões e chegaram ao clímax total quando ocorreram os solos do excelente saxofonista brasileiro João de Macedo Mello. Em Sorrow foi a vez de uns 10 rapazes, (alguns companheiros das mulheres da grade) que se abraçaram durante o solo inicial e saíram pulando para todos os lados quando a bateria entra em cena.

Na música Shine on you crazy Diamond o coro de mais de 40 mil volta contudo e desta vez com mais empolgação e foi o ponto mais alto do show até aquele momento e só seria ultrapassado pelo grande final que estava por vir.

Ao final de Run like hell do álbum The Wall todos no estádio começaram a entoar Olê olê olê olê, Gilmour, Gilmour, até vir o tão esperado bis, que vinha para encerrar com Confortably numb e o solo mais perfeito já produzido na história da música. Este encerramento deixou um pensamento que dava para ler no semblante de todos, porque ele só veio agora aqui no Brasil queria velo novamente.....

E para fechar nosso artigo nada melhor que:  Olê olê olê olê, Gilmour, Gilmour

Nenhum comentário: