Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

JOHNNY THUNDERS


Capa do DVD de Johnny Thunders
Confira o vídeo no final do artigo

Johnny Thunders foi um guitarrista americano de protopunk, nascido em Nova Iorque, no dia 15 de julho de 1952, batizado John Anthony Genzale Jr.

Formou em 1971, com seus companheiros de colégio, uma das bandas que influenciou o movimento punk e que inventou o estilo glam rock The New York Dolls, na qual participava como guitarrista solo e, em algumas canções, vocalista principal. Com eles, lançou dois álbuns: "The New York Dolls" e "Too Much Too Soon", que, apesar de muito elogiados pelos críticos e adoradores do rock and roll, não foram um sucesso comercial.

Após sair dos Dolls, formou a banda Johnny Thunders & The Heartbreakers, com Jerry Nolan (baterista do New York Dolls), Richard Hell (baixista no Television) que, depois de pouco tempo, saiu para formar o "Richard Hell and the Voidoids", sendo então substituído por Billy Rath. O guitarrista Walter Lure foi incorporado a banda após a primeira apresentação.

Em turnê pela América e Inglaterra, os Heartbreakers lançaram o álbum "L.A.M.F" e se mudaram para Inglaterra, obtendo bastante fama na cena inglesa e mundial do punk rock.

No final de 1979, Johnny Thunders e Wayne Kramer (MC5) montaram a Gang War, que também tinha em sua formação John Morgan e Ron Cooke. Eles gravaram alguns demos e fizeram alguns shows, mas a banda não vingaria.

No meio de muitas drogas, principalmente heroína, Johnny Thunders gravou vários demos e álbuns como "So Alone" (de 1978). Conheceu o famoso Sid Vicious (Sex Pistols) e, juntamente com ele, tocou por pouco tempo em uma banda chamada Living Dead.

Durante os anos 80, Johnny juntou novamente os Heartbreakers para fazer várias turnês. Gravaram o seu último álbum em 1984.
Um ano depois, lançou uma coleção de novas músicas chamada "Que Sera Sera". Em 1988, gravou um álbum de rock e covers de R&B com a vocalista Patti Palladin. Ele se apresentou em shows pela Finlândia com o atual baixista do New York Dolls, o ex-Hanoi Rocks Sami Yaffa, e com Jerry Nolan.

Durante uma viagem à Inglaterra, juntou-se com Dee Dee Ramone (Ramones) e Stiv Bators (Dead Boys) e montou uma banda, Whores of Babylon. Eles ensaiaram e tentaram gravar um álbum, porém Johnny estava em sérios problemas com drogas, tanto que roubou um casaco de Dee Dee para trocar por heroína. O lendário baixista dos Ramones ficou furioso e arrebentou a guitarra de Thunders, que era o seu único bem (mais tarde, já nos EUA, Johnny retribuiria o desaforo quebrando uma caneca de cerveja na cabeça de Dee Dee). Sendo assim, o projeto da banda acabou sem lançar nenhum disco.

Johnny Thunders morreu de overdose em Nova Orleans, Louisiana, em 1991, aos 38 anos de idade. Embora longe de seu auge como nos anos 70, sua carreira passava por um momento relativamente bom (no livro Mate-me Por Favor, há depoimentos sobre mendigos da cidade perseguindo Johnny por ele sempre deixar dólares caírem de seu casaco). Há controvérsias sobre o que aconteceu na noite de sua morte e a polícia nunca mostrou interesse no caso. Sua autópsia só serviu para levantar mais questões, uma vez que não revelou uma quantidade significativa de drogas em seu corpo para provocar morte. Uma das versões mais conhecidas envolve traficantes mentirosos e um assalto ao seu quarto de hotel. De concreto, sabe-se que ele estava com leucemia avançada e já bem próximo da morte. Além disso, suspeita-se que ele havia contraído AIDS.

Teve 4 filhos, Vito Genzale, John Genzale, Dino Genzale e Jamie Genzale. O mais velho, Vito, foi preso em Nova York por tráfico de drogas.





Nenhum comentário: