CAPA PRETA ROCK


 A Capa Preta Rock está na estrada desde 2015,o marco inicial da sua trajetória, tendo como principal objetivo trabalhar a música em sua essência, trazendo simplicidade a suas releituras e originalidade nas músicas próprias.

Com o propósito de proporcionar muita diversão nos seus shows e fazer a galera cantar junto, "Capa Preta Rock” é uma banda que transita em versões divertidas e músicas autorais.

A banda tem em sua discografia três trabalhos lançados: "Antes de Tudo Acabar”, “Nada Que Não Possa Piorar” e o “Single Gatos Pretos''. Essas produções exibem canções para os mais variados e exigentes gostos, convidando o público para cantar e dançar junto com a banda!

Atualmente a banda vem apresentando a “Tour de Volta Pro Jogo” o Show leva esse nome pois é retorno às atividades após a pandemia, intempéries pessoais e mudanças de formação.

Jogue seu jogo musica nova da banda esta disponivel para download gratis e tambem disponivel em plataforma digital.

A banda é formada por Augusto Lange (Mineiro) nos Vocais, Jessé Marques na bateria, Anderson Severo (Tchaina) e Daniel Dosso Guitarra.

A nova musica já esta na Radio RocknBrazil disponivel na Play Store.


The Musical Brain


 Documentário sobre como nosso cerebro processa a música.

Uma investigação do neurocientista Daniel Levitin com o cantor e compositor Sting investiga o funcionamento do cérebro de um músico. 

Neste documentário vemos os resultados de seu trabalho para entender como são gerados os hormônios e as conexões neurais que dão origem à composição e performance musical. 

Três outros grandes músicos participaram desta pesquisa: Michael Bublé, Feist e Wyclef Jean (The Fugees). Levitin explica como a música nos afeta fisicamente, psicologicamente e emocionalmente através de diferentes experimentos realizados em crianças e adultos. 

Aprender a tocar um instrumento pode aumentar seu QI em até sete pontos.




Título original:The Musical Brain

País:Canadá

Ano:2009

Duracão:50 min

Diretor:Christina Pochmursky

MIDDLE DISASTER

 

Middle Disaster é um grupo de rock alternativo, formado em 2017 em um dos bairros históricos de Roma: Garbatella.

Seu som varia do blues ao rock, passando pelo punk. Um grupo eclético, cuja veia criativa se expressa através da personalidade e habilidades de todos os quatro membros.

Uma guitarra agressiva em puro estilo punk, uma voz pungente, um baixo forte e uma bateria poderosa são a alma deste grupo!

Depois de ter dado os primeiros passos a nível musical em vários clubes da noite romana, o Middle Disaster, nos primeiros meses de 2020, assina o seu primeiro contrato de gravação com a Mystic Records, produtora dos seus dois primeiros singles: Fire In Your Veins e Ciliegia doce.

Em 2021 inicia uma colaboração com a Elevate Records, produtora dos seus últimos singles "It's OK" e "White Fury"

Maria Rosaria Minichiello - Voz e Guitarra

David Rubera - Guitarra solo e voz

Daniele Santangeli - Baixo;

Fabrizio Mondragon - Bateria

Fonte: Elevate Records


La Internacional Errante


Album La Ilusíon De Ser Parte Del Fuego foi publicado em junho de 2022 em todas plataformas digitais, seu novo disco apresenta seu estilo explosivo/progressivo que combina as influências de artistas como King Crimson e Metallica.

O album foi feito para aqueles querem fazer a imersão de seus sentidos em uma viagem de rock.

Produzido entre Agosto e outubro de 2021, composto durante a crise sanitária devido ao Covid-l9 e a grande retomada da economia global que acentuou o caráter predatório do imperialismo capitalista, promovendo gigantescas mobilizações em torno de um planeta cada vez mais frágil e desorientado.

A INTERINAGIONAL é uma banda de rock progressivo formada em 2016 em Quilmes, província de Buenos Aires.

Entre seus lançamentos estão Estetica de Violência” (2017) e “Guerra dos Vencidos” (2020). 

Fizeram apresentações ao longo da Capital Federal e dos subúrbios de Buenos Aires, fazendo parte do pôster "Cosmic Handle", “Mass of Chaos”, “Club Calavera” e “PunkySaurio Registros” entre outros. 

Eles também acompanharam para o Opeth no Groove em 2017 e fizeram parte motor-encontros e festivais pela liberdade de prisioneiros politicos. 

Eles fizeram parte dos compilados “Tierra para vivir: Guernica” y “La Venganza de los Termos Vol. 7: Metal hacia el frente”.

 

PINK FLOYD



 

The Piper At The Gates Of Dawn

O álbum de estreia do Pink Floyd foi lançado em 1967, com a formação original de Syd Barrett, Roger Waters, Richard Wright e Nick Mason. Remasterizado em 2017 a partir das fitas analógicas MONO originais de James Guthrie, Joel Plante e Bernie Grundman, lançadas em vinil pesado de 180 gramas.



A Saucerful of Secrets

Prensado em vinil de 180 gramas. Apresentando clássicos como "Set the Controls For The Heart Of The Sun", "Remember a Day" e "Jugband Blues", A Saucerful of Secrets é o único álbum a apresentar os cinco membros da banda: Roger Waters no baixo e vocais, Richard Wright nos teclados e vocais, Nick Mason na bateria, Syd Barrett e David Gilmour na guitarra e vocais.



PEÇA AGORA

2ª Mostra do Rock Gaúcho

 



BANDAS INDEPENDENTES REFORÇAM A 2ª MOSTRA DO NOVO ROCK GAÚCHO NA CASA PLURAL

Quatro bandas da nova safra do movimento que orbita na cena independente do Sul marcam presença na 2ª MOSTRA DO NOVO ROCK GAÚCHO, que acontece no próximo sábado, dia 28, a partir das 19h30min na Casa Plural, em Porto Alegre (RS). São elas: Cabeça de Lata, Zona Soul, Eletroacordes e RT. Ingresso no local ou antecipado pelo Sympla* a R$ 12,50.

Nesta edição a proposta musical do projeto abrange mais bandas, estilos e vertentes no rock pela veia autoral. Agora prossegue em palco mais intimista, porém, com toda estrutura para manifestar as expressões musicais do rock produzido na Capital e Região Metropolitana. A primeira edição aconteceu em abril com no Teatro de Arena na Capital.

Confira as bandas participantes e o que cada uma delas toca.

RT: O principal propósito já vem no nome da banda: Recuperação Terapêutica. Seja pelo fato de serem todos professores (hoje não todos), seja por a banda ser realmente uma terapia, uma recuperação para os integrantes. Afinal, todos merecem uma segunda chance na escola da vida. Surgiu dentro de um colégio em 2003, com covers de Rock’n Roll para abrir festivais. A RT tem um estilo sonoro muito próprio o que resulta em um som autoral bem original, livre, com frescor alternativo. Atenção especial deve ser dada às letras, quase literárias e poéticas, reflexivas e intensas.  Integram Ramiro Bicca (vocal e violão), Beto Genz (baixista e backing vocal), Patrícia Zanella (bateria) e Rodrigo Lobato (guitarra, teclado e backing vocal).

ZONA SOUL – Com som e eclético, as canções podem parecer diferentes umas das outras e o são, dando enorme importância ao conteúdo da letra e a melodia, em inspirações que vão de MPB, Blues, Soul, Pop, Rock, Hard e Fusion. As referências musicais são músicas boas, de qualquer estilo que caia bem no ouvido. Os membros são Marco Nunes (guitarra e vocal), Tiago Bandeira (bateria e percussão) e Marcelo Bacci (baixo e vocal).

ELETROACORDES – Rock autoral em 220V. Liga na tomada! Aumente o som e redobre a atenção. A banda quer provocar seus ouvidos com o mais autêntico rock! Deixe-se envolver pelas canções da power banda, sitiado em Porto Alegre, e que atua há mais de 12 anos nos pagos gaúchos. Com 3 EP’s e uma coletânea lançados e mais de 150 shows, a Eletros transcende pela música eclética – sem rótulos, receitas prontas ou jargões pré-fabricados – plugada nas origens do blues, jazz, pop rock psicodélico e anos 70. A banda é formada por Rodrigo Vizzotto (voz e baixo), Cleber Nazário (teclado/violão), Tiago Bandeira (bateria) e Yuri Passos (guitarra).

CABEÇA DE LATA – A banda nasceu em Porto Alegre no ano de 2008 e se confunde com a carreira musical de Alexandre Oliveira, 51 anos, ilustrador, músico e compositor. A Cabeça de lata já possui 14 anos de estrada e teve várias formações, flertando com vários gêneros como: pop-rock. MPB, Blues, Reggae, RAP. Além de Oliveira, atualmente a banda é formada por Johnny Lopez no contrabaixo, Jhow Cavalheiro na bateria e a volta do guitarrista Sérgio Nogueira que fez parte da primeira formação da banda em 2008. A Cabeça de lata possui 2 álbuns lançados,  3 singles e também tem 5 videoclipes.

O projeto pretende para as próximas edições manter permanente a produção autoral em palcos da cidade, ocupando de forma coletiva bares, estúdios e espaços públicos, Já a Casa Plural, que acolhe a segunda edição do projeto, é um espaço  dedicado à pluralidade cultural, que conta com palco, estúdio para ensaio e gravação, sala para exposições, "pocket show", lançamento de livros e afins.

A banda Dall, originalmente escalada para o evento, conforme indicado no flyer, se ausentará desta edição por motivo de força maior.


INFORMAÇÕES: 2ª MOSTRA DO NOVO ROCK GAÚCHO

Onde: Casa Plural – Rua André Poente 136, Independência, Porto Alegre – RS.

Quando: 28 de maio, 19h30min

Ingressos: R$ 12,50 www.sympla.com.br/2-mostra-do-novo-rock-gaucho__1579290

Fonte: jornalista Rodrigo Vizzotto – Reg.  Prof. MTB/RS - 7835




Cultura Em Peso Fest (online)

 


Com headliners já anunciados, o evento tem seu cast fechado, contando com bandas do Brasil, Portugal, Espanha, Argentina e Noruega já confirmadas.

O grupo do WhatsApp do Portal está aberto a todos e em breve terá mais informações, entre no grupo clicando no link a seguir: WhatsApp_Cultura em Peso

Moospell (Portugal) , The Agonist (Canadá) e Ratos de Porão (Brasil), são anunciados no Cultura em Peso Festival Online.

Os portugueses do Moonspell comemoram 30 anos de carreira, e são uma das principais bandas do mundo, sendo o principal nome da música portuguesa.

The Agonist estão entre os principais nomes da música pesada no Canadá e do mundo, e se preparam para sua turnê na Europa em 2022.

Ligante Anfetamínico é uma banda que representa na essência o rock gaúcho brasileiro, e ainda tem grandes influências de punk rock. O grupo tem letras de deboche, protesto e diversão.

Ratos de Porão, que recentemente lançou o primeiro single do seu novo disco, “Necropolítica” que promete ser tão pesado liricamente como o seu maior clássico, o disco “Brasil”, é um dos grandes nomes brasileiros no Festival.

Já haviam sido anunciados os brasileiros do Nervochaos, Krisiun, Claustrofobia, Baixo Calão, Prostibulus e The Damnnation, além dos portugueses Simbiose, Grog e Albert Fish, os espanhóis do Bloodhunter e Phoenix Rising.

Com o cartaz completo, somam-se a um total de 44 bandas de 6 países representando Brasil, Argentina, Portugal, Espanha, Noruega e Canadá.

O festival conta com bandas da nova geração, e clássicos experientes.

Os Argentinos do Unronin, são uma das principais bandas do país portenho, e reúnem membros das antigas (Otra Salida que anúncio retorno a pouco tempo) e Círculo Activo.

Os espanhóis da Eternal Psycho também são um nome que vem se destacando em 2022, e são uma das revelações da Espanha.

Uganga, lançou seu mais novo disco recentemente, “Libre”. O grupo sempre trás letras de reflexão sobre a vida e a sociedade.

Claustrofobia lançou seu mais novo trabalho também, e tem agendado muitos shows nos Estados Unidos, sua nova casa.


Sobre o Cultura em Peso:

O site teve seu início em meados de 2005, fundado por Iúri (@cremo_iu),em seus primeiros anos se tornou uma das referências no Underground brasileiro, obtendo acessos em toda América do Sul e hoje atua no Brasil e na Europa. Acesse: www.culturaempeso.com

Siga Cultura em Peso nas redes sociais e se inscreva no canal do YouTube:

Youtube: https://www.youtube.com/culturaempesobr

Instagram: https://www.instagram.com/culturaempeso

Facebook: https://www.facebook.com/culturaempeso

Twitter: https://www.twitter.com/culturaempeso


Fonte: Cultura em Peso e Sub_discos



Festival Independente de Bandas de Rock Autoral (F.I.B.R.A.)

 


F.I.B.R.A. PROSSEGUE EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO, AGORA, NO CIRCUITO DE BARES


Para quem imaginou que a primeira edição do Festival Independente de Bandas de Rock Autoral (F.I.B.R.A.) fosse apenas ‘fogo de palha’, algo meramente temporário, se enganou.  Depois de 1 mes após a realização na Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), o evento retorna em sua segunda edição, desta vez, transitando no circuito de bares. O encontro musical acontece no Bar do Marinho, na sexta-feira (20) a partir das 21h com as bandas Revéz, Camassada, Eletroacordes e o artista M.I.R. Ingressos no local a R$ 15,00.

O autêntico chão das bandas independentes, ambientadas em palcos de bares e Pub’s, reproduz a essência do festival, que estende sua agenda para espaços abertos para a produção do rock gaúcho. E as vertentes e estilos são as mais variadas, passando pelo Rock, Pop, Hard e Blues.

Confira as bandas participantes e o que cada uma delas toca.

REVEZ – Formada em Cachoeirinha em 2017, sua formação é um quinteto com: Wagner Leonardo (vocalista), Lucas Leonel (guitarra e backing vocal), Letiere Ossuoski (baixo e backing vocal), Rafael Kurosaki  (guitarra) e Cristian Klier (bateria). A banda tem entre suas principais influências o Grunge do início dos anos 90 o Nu Metal da segunda metade dos anos 90 e o Rock Alternativo dos anos 90 e 2000.

M.I.R. – É um músico multi-instrumentista de Alvorada e destaca-se como cantor, intérprete e compositor brasileiro de rock e poesia. Tem álbum independente lançado em 2010 e diversos shows pelo estado na bagagem pela sua antiga banda Jasmins do Paraíso. Atualmente atua em carreira solo com novas composições em uma mistura do Rock com elementos do Hinduísmo, do movimento Hare Krishna e da adesão a filosofia vegana, uma conexão espiritual mais profunda com sua arte.

ELETROACORDES – Sitiada na Capital gaúcha, o quarteto autoral com mais de 12 anos de estrada tem nova formação e transcende pela música eclética – sem rótulos, receitas prontas ou jargões pré-fabricados – plugada nas origens do blues, jazz, pop rock psicodélico e anos 70. Com 3 EP’s, uma coletânea e oito clipes roteirizados, é formada por Yuri Passos (guitarra), Rodrigo Vizzotto (vocal e baixo), Cleber Nazário (violão e teclados) e Tiago Bandeira (bateria).

CAMASSADA – Banda de Viamão, com influências de rock e blues, forjada no fogo do Rio Grande, pelo rock autoral e sem mais delongas. Banda formada em 2018, por Rafael Siqueira (vocal e harmônica), Eduardo Tavares (guitarra), Giovani Aguiar (baixo) e Giovane Ouriques (bateria).

As bandas apresentam repertório autoral com letras em português e inglês. A agenda se estende ainda neste primeiro semestre em mais bares da Capital gaúcha, além da programação em teatros no segundo semestre, a se confirmar. O primeiro F.I.B.R.A. reuniu seis bandas no palco do Teatro Bruno Kiefer da CCMQ em abril, reforçando a cena cultural e evidenciando o espaço para as novidades no Estado.

SERVIÇO

2º Festival Independente de Bandas de Rock Autoral (F.I.B.R.A.)

Quando: 20/05 | sexta-feira

Horário: 21h

Onde: Bar do Marinho - Sarmento Leite, 962 Cidade Baixa, Porto Alegre

Ingressos: R$ 15,00 no Local

Emesson Ramone faz homenagem a Joey Ramone

 


Para homenagear Joey, o cantor brasileiro Emessom Ramone lançou música e clipe descrevendo todo o amor, carinho e saudades que ele e todos os fãs dos Ramones sentem pela falta do vocalista.

O clipe, com legenda em inglês, foi amplamente divulgado e comentado pela grande

comunidade de fãs dos Ramones ao redor do mundo, causando muita emoção a todos,

inclusive ao irmão do cantor (Mickey Leigh), o qual é responsável pelo legado deixado por Joey.

JOEY RAMONE (Tua voz é para sempre) que colocamos na postagem esta no link do Youtube:

https://youtu.be/pvssJjsKvbs

Emersson Ramone: é gaúcho e atualmente está morando no RN, é músico e compositor, ex-baixista de várias bandas do interior do estado do Rio Grande do Sul. Em março de 2020, com o início da quarentena e do isolamento social devida a pandemia Emersson começou a compor e produzir alguns projetos solos em parceria com o produtor Davi Pacote da Hill Valley Estúdios.

O projeto com várias músicas do Ramones, com versões em português feitas por Emesson e com produção musical do Davi Pacote ( Os Torto e ex Tequila), que também fez a execução instrumental das músicas, que foram produzidas no Hill Valley Studio.

Emersson Ramone pretende lançar mais 20 singles, um EP e um álbum compilando as melhores músicas lançadas, além de clipes.

Varios convidados participaram do projeto entre eles, Duda Calvin (Tequila Baby), Rafa Malenotti (Acústicos e Valvulados), Rodrigo Porco ( Magaivers), Peppe Joe, Otto Branco, Douglas Wyse, Eduardo Guga, Cristian Satã, Renan Lazaretti, Thalis Sustenido, Diego Melo, Fabio Piorczoski (Rangones) e do argentino Leandro En Solitario, das bandas (Rooster, Rotenix, Low High).


Discografia Ouça Emersson Ramone:

spotify.com/EmerssonRamone

Siga Emersson Ramone nas Redes Sociais:

Perfil Emersson Ramone: facebook.com/emersson.santana

Fan Page Emersson Ramone: facebook.com/emerssonramone

Instagram Emersson Ramone: instagram.com/emersson_ramone

Youtube Emersson Ramone: Youtube.com/channel/EmerssonRamone

Spotfy Emersson Ramone: spotify.com/EmerssonRamone


Todas as informações desta poatagem foi fernecida pela Sub_Discos






Festival Independente de Bandas de Rock Autoral

 


F.I.B.R.A. ESTIMULA PRODUÇÃO MUSICAL GAÚCHA E APRESENTA SEIS BANDAS NA CCMQ

A produção sonora gaúcha está ganhando um novo contorno em 2022 com a reunião de seis bandas no palco do Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ) na próxima quarta-feira (20), às 18h. É o F.I.B.R.A. (Festival Independente de Bandas de Rock Autoral), com a participação da Caminhante Flutuante, Eletroacordes, Thomas Butterfly, Cor do Invisível, Volúpia e Youngs Die Young, reforçando a cena cultural e evidenciando o espaço para as novidades no Estado. Ingressos a R$ 20,00 antecipados disponíveis na plataforma Sympla ou uma hora antes do início do festival, na bilheteria do teatro.

O projeto, que começa a acontecer nos espaços públicos da Capital, destaca os talentos no estilo rock de diversas gerações com show coletivo em sequência de bandas autorais.  O F.I.B.R.A. resgata também, a pluralidade sonora e variantes do gênero, abrindo o cenário e diversificando a expressão da nova produção de Porto Alegre e Região Metropolitana para esta edição.

Todas as bandas apresentam repertório autoral com letras em português e inglês. “O grupo F.I.B.R.A. está no Facebook, aglutinando, além das atrações do dia 20 de abril no Teatro Bruno Kiefer, outros músicos e bandas dispostos a fortalecer a cena do rock autoral gaúcho”, destaca o músico Lauro Levandowski, organizador do festival.

Confira as bandas participantes e o que cada uma delas toca.

ELETROACORDES – Sitiada na Capital gaúcha, o quarteto autoral com mais de 12 anos de estrada tem nova formação e transcende pela música eclética – sem rótulos, receitas prontas ou jargões pré-fabricados – plugada nas origens do blues, jazz, pop rock psicodélico e anos 70. Com 3 EP’s, uma coletânea e oito clipes roteirizados, é formada por Yuri Passos (guitarra), Rodrigo Vizzotto (vocal e baixo), Cleber Nazário (violão e teclados) e Tiago Bandeira (bateria).

THOMAS BUTTERFLY – Há mais de 30 anos em atividade, com diversos álbuns independentes registrados, vídeos, hits em rádios, diversos shows nos principais palcos da cidade e região. Os integrantes são Lauro Levandowski (guitarra, vocal e teclado), Marcelo Xogum (....), e Daniel Fontoura (bateria).

COR DO INVISÍVEL – Banda de rock alternativo formada na cidade de Canoas em 2013. Vindo ao mundo com influências diversas, desde o rock alternativo e clássicos brasileiros, as letras da banda falam no geral  sobre nostalgia e os conflitos da vida cotidiana.  A banda  possui dois EPs  – “Se as coisas não tivessem nome” e “Laser D’Água”. Os membros são Jerônimo de Lima (vocal e guitarra), Luiz Paulo Zanovello (baixo), Matheus Marchewski (guitarra) e Monir Cruz (bateria).

CAMINHANTE FLUTUANTE – Banda de Porto Alegre que mistura influências de Rock’Roll, Blues, Folk, Psicodelia entre outros gêneros. Fundada em novembro de 2018 a banda traz na bagagem três singles e o álbum “As ideias estão no Ar”. Na temática das canções, liberdade, relacionamentos, problemas ocasionados pelo estilo de vida moderno, meios alternativos de expandir a consciência e a criatividade. Formação com Felipe Seadi (vocal, guitarra), Stevan Zanirati (vocal, baixo), André Rech (vocal, teclado) e Rafael Santos (vocal, bateria).

VOLÚPIA – é uma banda autoral de Hard Rock/Heavy Metal com letras em português que possui uma sonoridade forte e marcante com grande influência dos anos 80. Formada em 1984 em Porto Alegre, a banda passou por várias mudanças na sua formação. ). Está finalizando as gravações de seu primeiro CD com previsão de lançamento em 2022 e já divulga o primeiro single "Poderes e Forças". Conta com Marco Canto (vocais), Luciano Reis (guitarra), Ricardo Lampert (baixo) e César Louis (bateria).

YOUNGS DIE YOUNG – Banda de Rock autoral e independente de resitência com forças ainda para protestar, formada em 2018 em Porto Alegre e que reúne influências que vão do Grunge, passando pelo Punk, Hard Rock, Hardcore e até mesmo Pop e Metal. Conta com Bruno Prévidi (guitarra e vocais), Marcos Maccagnan (baixo e vocais) e Guilherme Kessler (bateria).

SERVIÇO

Festival Independente de Bandas de Rock Autoral (F.I.B.R.A.)

Quando: 20/04 | quarta-feira

Horário: 18h

Onde: Teatro Bruno Kiefer (6º andar da CCMQ - Andradas, 736 - Centro Histórico)

Ingressos: R$ 20,00 (Antecipados no Sympla - https://bit.ly/3jHxnXR) Na bilheteria do teatro a partir das 17h)

Assessoria de Comunicação

Jornalista Rodrigo Vizzotto - MTB - Reg. Prof 7885